Endometriose e qualidade de vida

A Organização Mundial da Saúde (OMS) define a saúde como “um completo bem estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doença ou enfermidade”.
As evidências científicas mostram importante contribuição da qualidade de vida na prevalência da endometriose entre as mulheres.
Ter uma boa qualidade de vida começa pelo conhecimento de si mesmo. Neste processo de busca de uma qualidade de vida melhor é necessário estabelecer objetivos na vida. Procurar evitar fatores que nos provocam estresse, encontrar tempo para além de trabalhar, fazer atividade física regularmente, ter uma alimentação equilibrada, corrigir os perniciosos excessos e vícios, dar-se o direito ao lazer, evitar conviver com pessoas que não lhe fazem bem e se necessário procurar apoio emocional com profissionais especializados, visto que esta doença tem um importante fator emocional envolvido.
Neste findar de ano procure pensar sobre isto e programe-se para reais mudanças para melhorar sua vida, pois os principais protagonistas na busca para evitar as doenças somos nós mesmos.