Facebook
Google Plus
Twitter

De acordo com uma nova pesquisa publicada na revista “Circulation: Cardiovascular Quality and Outcomes” mulheres portadoras de endometriose, especialmente aquelas com 40 anos ou menos e aquelas cuja menopausa foi induzida cirurgicamente, podem apresentar um maior risco para doenças cardíacas. Este é o primeiro estudo prospectivo avaliando a ligação entre doença coronariana e endometriose.
Durante 20 anos acompanhando mulheres portadoras de endometriose, os pesquisadores descobriram que, em comparação com as mulheres sem endometriose, as portadoras foram:
1,35 vezes mais propensas a precisar de cirurgia ou implante de stent para abrir artérias bloqueadas;
1,52 vezes mais propensas a ter um ataque cardíaco; e tiveram
1,91 vezes mais chances de desenvolver angina pectoris (dor no peito).