Cannabidiol Medicinal e Endometriose

A endometriose é uma doença crônica não totalmente compreendida, mas sabe-se que a inflamação tem um impacto significativo no desenvolvimento e progressão da doença, provocando na maioria das pacientes dores pélvica e cólicas menstruais debilitantes.

No organismo de vários animais inclusive no humano, há um sistema denominado endocanabinóide (ECS), que inclui receptores de proteína conhecidos como receptores canabinóides (CB1 e CB2).

Estes receptores têm a capacidade de regular processos vitais como humor, dor, sono, apetite, imunidade, memória. Promove diminuição da dor, aumenta a resposta do sistema imunológico e ainda reduz processos inflamatórios.

Estudos mostram que mulheres portadoras de endometriose apresentam uma deficiência na produção de CB1. Então, estimular a produção de CB1 é vantajoso. Eles também mostram que agentes canabinóides exógenos podem estimular a produção de canabinóides endógenos no organismo.

Vários estudos têm mostrado evidências que o Cannabidiol (CBD) composto não psicoativo encontrado na planta Cannabis Sativa estimula os receptores CB1 promovendo alívio da dor em várias doenças inclusive nas pacientes portadoras de endometriose.